Oi, tudo bem?

A gente ta sempre esperando alguma coisa: o momento certo, o alinhamento dos planetas, a coragem, ou a inspiração, quem sabe. Espera a segunda-feira chegar, é sempre melhor começar as coisas numa segunda, vai dizer que você não sabe? Segunda-feira é dia 27? Ih, melhor esperar virar o mês. Tô sem grana, tô sem tempo. Tenho grana, mas surgiu um negocinho aí. Tenho tempo, mas saiu a nova temporada de GOT*… melhor esperar (*ou qualquer que for a sua opção de serie).

E nessa de esperar a gente perde o bonde, perde a animação, perde o foco, perde tempo. E depois reclama que nada muda, os planos não saem do papel, etc e tal. Até o dia que a gente acorda e percebe que essa história de esperar era só desculpinha pra não se arriscar. E aí das duas uma, ou a gente abre mão daquele sonho ou a gente liga o F*** e se joga. E eu escolhi essa última opção.

Mas que falta de educação a minha, nem me apresentei, tcs, tcs, tcs… Eu sou a Ju, gosto de escrever e cozinhar. E passei, sei lá, uns 3 anos esperando o layout certo, a receita certa, o momento, o nome, a inspiração, o alinhamento da lua, o cometa Harley, enfim, tudo e qualquer coisa pra começar o que eu sempre tive vontade de fazer, escrever sobre comida.

Aí você pergunta: “Ju, você conseguiu tudo isso?” E eu respondo: “Mas é claro que não!” Mas e daí? A gente tem que começar de algum lugar, e depois quando der na telha a gente vai mudando, crescendo e desenvolvendo, que nem na vida, né? ‘Ok ok, você veio aqui, falou pelos cotovelos, mas a receita que é bom nada’, você deve estar pensando. E eu te digo, essa é a parte mais difícil, mas ô, prometo que não demora mais 3 anos não, viu?

Besos, Ju

ps- Ainda tô morrendo de medo de ninguém ler, mas vamos ter fé, não é?

Anúncios