Iogurte Natural ou Sinhá saúde!

Doce Sinhá também é fit e sabe fazer a saudável. Por isso que vim aqui com essa receita de iogurte natural, se é que se pode chamar isso de receita de tão fácil que é.

Vamos lá, você vai precisar de:

img_1662_fotor

Tem só 1 L de água no foto porque é o tamanho da jarra, mas vamos usar 2L na receita, ok?

1 potinho de iogurte natural (na verdade basta uma colher de sopa, mas eu acabo sempre colocando o pote todo)

400g de leite em pó (pode ser integral, semi desnatado ou desnatado, sendo que com o último o iogurte vai ficar mais ralinho)

2 L de água morna

E só! A única coisa que pode ser considerada difícil nessa receita é a temperatura da água. Tem que ser morninha, quase fria, senão os bichinhos do iogurte não fazem o trabalho deles direto. Se estiver quente ou fria demais não vai virar um iogurte digno. O melhor jeito de medir é botar o dedo na água, tem que estar aquele morno agradável, se tiver um tico quente, espera um pouco. (O melhor jeito de medir mesmo é com o termômetro, mas quem tem?)

Ok, resolvida a questão da temperatura, é só dissolver o leite em pó na água. Use uma tigela com tampa e que vede bem, não pode entrar ar durante o processo (eita bichinhos frescos!). Leite dissolvido, cheque a temperatura (de novo, por que é muito importante), misture o iogurte do potinho e feche bem a tigela.

“Embrulhe” a tigela com um pano grande (toalha de mesa é ótima) e guarde num local quentinho e protegido do vento (dentro do forno ou do microondas vai bem, só cuidado pra ninguém acender/ligar o forno com ele dentro).

img_1665_fotor

Deixe os bichinhos trabalharem de um dia pro outro. A velocidade do processo vai depender da temperatura ambiente, em dias frios demora mais, e em dias quentes vai mais rápido.

Na manhã seguinte abra e veja se já “virou”.

img_1827_fotor

Se sim, geladeira nele, se não, tampe e deixe mais um tempinho.

Quando acabar não lave o pote, ele serve de base pra outra leva de iogurte. É só colocar o leite morno e dar uma mexida. Tem quem use ad aeternum, mas eu não confio muito. Uso no máximo 2 vezes, na terceira lavo tudo e começo do zero.

img_1785_fotor

Receitinha curinga pra tomar puro, com mel, granola, melado, açúcar mascavo, fruta, e o que mais a sua imaginação quiser.

img_9030_fotor

Faz lá e me diz se não é o melhor iogurte que você já tomou. (Olha a modéstia 😄)

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixa um comentário aqui, prometo que respondo!

Beijos,

a Sinhá

 

Anúncios

Bruschetta de grão de bico

Olha eu aqui de novo, e na mesma semana! É o milagre do dedo quebrado 🙏🏽, hehehe… Brincadeirinhas à parte, espero realmente tornar isso um hábito [emoji de dedo cruzado que tá faltando].

Dessa vez venho trazendo para o seu deleite uma bruschetta com uma cobertura (é assim que chama?) um tanto inusitada, pelo menos foi pra mim, mas que super funciona e combina. Meu povo aqui adorou todas as vezes que eu fiz, e ô que repetir receita é sinal de sucesso.

img_1691_fotor

Vamos aos ingredientes?

2 xíc. de grão de bico cozido (ou o tanto que você achar bom)

Aqui vai uma dica, tente achar grão de bico enlatado no mercado, economiza o trabalho de cozinhar. Mas caso você não encontre, compre o seco mesmo, cozinhe o pacote todo e congele o que não for usar, assim quando você precisar já tá pronto!

Salsa picada a gosto, mas seja generoso (não gosta de salsa? pode usar coentro)

Azeite extravirgem

Sal e pimenta-do-reino à gosto

1 limão pequeno

1 pitada de pimenta calabresa

1 pão italiano (de preferência, mas outro pão mais durinho também serve)

1 dente de alho (inteiro)

– Comece pelo pão: preaqueça o forno a 200ºC. Corte o pão em fatias e arrume-as numa assadeira, se tiver daquelas baixinhas, melhor ainda. Passe azeite dos dois lados das fatias e tempere com um pouco se sal e pimenta-do-reino. Asse por uns 10 minutos ou até que fique levemente torrado.

Se você fizer o tipo esquecido, tipo eu, coloca o timer pra funcionar, não custa nada e te salva de queimar o pão, vai por mim.

Enquanto isso, coloque o grão de bico já cozido e escorrido numa tigela, junte a ele a salsa, umas 2 col. (sopa) de azeite, a pimenta calabresa, sal e pimenta, e o suco do limão. Aqui vai mais uma dica, adicione o limão aos pouco e vá provando, pra mim o suco todo fica forte demais, então vá dosando ao seu gosto. Sempre se pode acrescentar mais, mas tirar não dá.

img_1685_fotor

Amasse com um garfo essa mistura toda.

img_1687_fotor

A idéia é que fique uma mistura meio padeçuda mesmo, por isso não dá pra usar um processador. Reserve.

img_1689_fotor

Voltando ao pão, já tirou ele do forno? Ótimo. Agora é só cortar o dente de alho ao meio e dar uma esfregadinha de alho nas torradas (num lado só). Isso é pra dar um toque de alho sem ficar com o gosto muito forte do alho cru. Mais um fiozinho de azeite no pão e uma colherada na mistura de grão de bico.

Arrume numa travessa e pronto!

img_1690_fotor

Faz lá e me conta aqui o que achou. 😉

Baci,

a Sinhá

 

 

Is it too late now to say sorry? ou Bolo de maçã pra adoçar seu coração

Toda vez que pensava em voltar a escrever aqui os versos de Sorry, do Justin Bieber, ficavam rondando minha cabeça. E quanto mais o tempo passava mais difícil era voltar (e mais Mr. Bieber cantava no meu ouvido). Nunca tinha tempo e sempre tinha uma desculpa, até que um banco se meteu no meu caminho, dei uma topada, quebrei o dedinho e fiquei de licença.

Daí pensei, é agora ou nunca! Com todo o drama que se tem direito. Resolvi botar a casa da Sinhá em ordem (só a dela mesmo, porque eu to sem poder ficar em pé, rsrs), tomar vergonha na cara e aparecer por aqui.

Dai como é feio vir de mãos vazias eu trouxe um bolinho pra amaciar seu coração e conseguir seu perdão. (Não falei que tava dramática?) Vai por mim, depois desse bolo não tem mágoa que resista.

img_2729_fotor

Bolo de Maçã

Ingredientes:

1 xíc. de farinha de trigo

1 col. chá de fermento em pó

1 pitada de sal (1/2 col. de chá)

1/2 xíc. + 1/4 xíc. de açúcar (separados)

1 col. chá de canela em pó

80g de manteiga amolecida (temperatura ambiente), sem sal de preferência (4-5 col. de sopa)

1 ovo

1/2 xíc. de leite

2 maçãs médias

img_2709_fotor

– Pre-aqueça o forno a 180º C e unte uma fôrma pequena, eu usei uma dessas de bolo inglês (ou de pão, se você preferir) de silicone que não precisa untar.

Depois disso arrumado, misture 1/4 xíc. de açúcar e a canela em pó e separe um pouco pra polvilhar por cima do bolo. Pique as maçãs e misture com o açúcar com canela (lembrou de separar um pouquinho pra polvilhar, né?).

img_2714_fotor

Em uma vasilha bata a manteiga com 1/2 xíc. de açúcar, na mão mesmo, com um fouet (batedor de ovos).

img_2710_fotor

Bata o ovo até a mistura ficar homogênea.

img_2712_fotor

Acrescente a farinha, fermento e sal, alternando com o leite, batendo só o suficiente pra misturar.

img_2713_fotor

Espalhe metade da massa na fôrma, cubra com as maçãs picadinhas, espalhe a outra metade da massa por cima das maçãs, o mais uniforme que der, e polvilhe com a mistura de açúcar com canela reservada para esse momento.

img_2715_fotor

Leve ao forno para assar por 25-30 minutos, até dourar e as maçãs estiver borbulhando nas bordas.

Espere esfriar e se delicie com uma fatia (ou mais) e uma xícara de chá ou um cafezinho passado na hora… hummm…

img_2737_fotorimg_2735_fotor

Vai lá fazer essa delícia e me fala aqui o que achou. Enquanto isso eu vou bando nas fotos e nas lembranças… 😛

Besos,

a Sinhá

p.s.- Não, eu não sou fã de Justin Bieber. Nada contra, mas meu Justin é outro. Mas vai, quem resiste ao “uh uh uh uh uh, sorry…”?