Receitas para a ceia: Bacalhau com Creme Picante (ou não)

A Sinhá tarda mas não falha! Receita de bacalhau chegando como prometido. Esse prato cai bem em qualquer época do ano, é uma delícia e a melhor parte… SUPER fácil e prático de fazer. E pra compensar a demora também teremos dicas de como dessalgar o bacalhau. Ah, já conferiu as receitas de ave pra ceia de Natal? Clica aqui: Peru de Natal e Ave Natalina.

Uma curiosidade, meu primo Mag gosta tanto dessa receita que a apelidou carinhosamente de Bacalhau Transcendental. Então, Mag, esse aqui é pra você!

bacalhau5

Pra já ir babando desde já!

A primeira dúvida que pode surgir é: Qual tipo de bacalhau comprar? E já te digo que pra essa receita vale o que couber melhor no seu bolso, ele vai ficar gostoso, eu garanto! Mas aqui vai a primeira dica: Compre sempre um pouco a mais do que pretende usar na receita porque depois de limpo a gente sempre perde um pouco.

Bacalhau comprado? Vamos tratar esse peixinho. Primeiramente, se o bacalhau estiver inteiro corte em 3 ou 4 pedaços (ou peça pro cara do mercado fazer isso pra você, ele tem uma faca ótima). Bacalhau já cortado, lave-o deixando dentro de uma bacia embaixo da torneira fraquinha por uns 10 minutos, mais ou menos. Deixe de molho totalmente coberto em água fria e na geladeira, enquanto você decide qual método quer usar.

Tem dois jeitos de se dessalgar o bacalhau, o tradicional e o rápido. Pra ninguém falar que eu não dei opções, aqui vai o método tradicional:

  1. Para postas normais, deixar 24h, trocando de água a cada 6h;
  2. Para postas grossas, deixar 40h, trocando de água a cada 8h;
  3. Para postas muito grossas, deixar 48h, trocando de água a cada 8h;
  4. Para iscas, deixar 6h, trocando a água a cada 3h;
  5. Para limpar escalde o bacalhau: jogue água fervente nele, escorra e deixe esfriar para continuar. Retire a pele e as espinhas.

Quem tem esse tempo todo? Eu que não tenho, mas se você tem é só seguir esse passo-a-passo e ser feliz, daqui a um ou dois dias. Agora se você tá no time dos sem tempo e paciência, como eu, faça como a minha mãe, que é danada de sabida, e gosta de uma praticidade:

  1. Deixe o bacalhau de molho de um dia pro outro, na geladeira, coberto em água fria. Se não der pra ser por uma noite, por pelo menos umas 6 horas.
  2. Depois desse tempo, escorra toda a água, lave rapidamente em água corrente (na torneira) e coloque numa panela com água fria suficiente pra cobrir bem o peixe.
  3. Assim que começar a querer ferver (ou seja, a água começar a fazer bolhinhas), desligue o fogo e escorra a água. Experimenta um pedacinho pra ver se ainda tá muito salgado; se estiver, afervente mais uma vez, sempre em água fria e pura, sem sal. 
  4. Pra limpar: depois de escorrido, deixe esfriar um pouco e tire a pele e as espinhas. Se tudo deu certo até aqui a pele do bacalhau deve estar se soltando com facilidade, é só ir puxando com a mão mesmo. Nada de nojinho, certo?

MUITO IMPORTANTE: todas as vezes que o bacalhau for ao fogo é para aferventar apenas, e não para cozinhar. O que é aferventar? É deixar a água começar a querer ferver, logo que começa a fazer borbulhas (de amor pra te encantar.. desculpa, não resisti…) você desliga o fogo.

Bacalhau dessalgado e limpo? Já tá pronto pra usar, mas se você quiser comprar com antecedência é só seguir todos os passos até aqui e congelar, dura super bem, é só lembrar de descongelar totalmente pra usar na receita.

Bacalhau com Creme Picante (ou não, se você não gostar de pimenta…)

bacalhau picante

  • 1 kg de bacalhau limpo e dessalgado
  • 1 – 1,5 kg de batata
  • 1 cebola grande, em rodelas
  • 4 dentes de alho
  • 1 xícara de azeite de oliva (entre 200 e 250 ml) + um pouquinho pra refogar a cebola
  • 2 caixas de creme de leite (uns 400 g)
  • Cheiro verde picado a gosto
  • Pimenta calabresa a gosto (aquela vermelhinha seca, que vende na mesma prateleira do orégano) – mesmo que não seja fã de pimenta, eu sugiro colocar nem que seja uma pitadinha.
  • Parmesão ralado, opcional

Seu bacalhau já ta limpo, né? (E descongelado, se for esse seu caso). Então comece descascando as batatas. Corte-as em rodelas médias, não pode ser fina, ok? Leve ao fogo Cozinhe em água fria e sal, até ficarem cozidas, porém firmes. De 10-15 minutos da hora que ligar o fogo. Vá testando com um garfo. Elas ainda vão ao forno, por isso tem que ficar al dente, pra não se desmancharem depois. Quando estiverem no ponto, desligue e escorra embaixo da torneira de água fria (torneira aberta, né?). Reserve.

Enquanto as batatas cozinham, numa outra panela refogue a cebola e o alho num pouquinho de azeite. Quando a cebola estiver translúcida e levemente dourada, junte o bacalhau e refogue mais uns 5-7 minutos. Desligue o fogo. Experimente o sal da batata e do bacalhau, se precisar acerte o tempero.

bacalhau2

Se sua panela for grande o suficiente pode misturar nela mesmo. Se não for use uma tijela ou bacia que seja. Misture o bacalhau, o azeite, a pimenta calabresa, o cheiro verde e as batatas cozidas, delicadamente pra não virar uma maçaroca. Se for servir no dia, misture o creme de leite também, coloque num refratário, polvilhe o parmesão, se for usar, e leve ao forno médio pra assar por uns 30-40 minutos, ou até dourar levemente.

bacalhau3

Retire do forno e salpique mais um pouco de cheiro verde, espere parar de ferver e sirva.

bacalhau4

Esse prato também pode ser feito um dia antes, é só parar antes de acrescentar o creme de leite, e deixar na geladeira. Pelo menos uma hora antes de servir, misture o creme de leite e continue os outros passos da receita.

Fica ótimo com arroz branco e salada. Super simples e prático pra fazer e deixar todo mundo pedindo a receita (aí você dá o endereço do blog, combinado?).

bacalhau6

Faz lá, tira foto, posta no Instagram e me marca, vou adorar ver a ceia de vocês! Não me segue ainda? Tá esperando o que? Vai lá: @docesinha

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixe um comentário aqui, prometo que respondo!

Hohoho, a Sinhá 🤶🏾

4 comentários sobre “Receitas para a ceia: Bacalhau com Creme Picante (ou não)

  1. Magdiel N. Lima disse:

    Mais Jú, você sabe que essa maravilha tem que ser feito com muita reverência, pois uma coisa eu sei… o bacalhau transcendental como é feito por você, é quase impossível ser feito por outra pessoa, gente; contentem-se em fazer um muito bom, “parecido com o de Jú” mais igual, com certeza jamais. Hahahaha

    • Ju Matos disse:

      Oi! Pras quantidades dessa receita serve bem 8 pessoas, se ele for servido como único prato, só com arroz e salada. Mas pra servir na ceia que tem mais um monte de outros pratos principais ele serviria bem mais gente. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s