Receita pra ceia – Batatas Laminadas

Ao vencedor, as batatas! E essas aqui são lindas e tem um efeito visual muito legal, e também são deliciosas. A receita de Batatas Hasselback, ou simplesmente batatas laminadas, dá um pouco mais de trabalho, afinal você vai ter que cortar todas as batatas com um certo cuidado, mas não é nada complicado, acredite. Mas se você está esperando um batalhão pra ceia de natal, talvez seja melhor deixar essa pra um outro dia, ou encare o desafio sem preguiça.

Se estiver fazendo essas batatas pra ceia pode calcular 1 batata (grandinha) pra cada duas pessoas. Se seu jantar não tiver muitos outros pratos (e se forem poucas pessoas) calcule 1 batata por pessoa.

Batatas Hasselback (Batatas laminadas)

  • 6 batatas (de médias a grandes) inteiras
  • Azeite
  • 3 dentes de alho
  • 100g de manteiga (pode ser com sal)
  • tomilho ou alecrim (ou uma outra erva que você goste)
  • pimenta preta moída na hora
  • sal a gosto (se tiver sal grosso pra moer na hora pode usar)

Preaqueça o forno médio. Lave bem as batatas, esfregue bem a casca com uma esponjinha ou escovinha. Corte o fundinho pra te dar uma base e a batata não ficar rolando e você acabar cortando o dedo.

img_2136_fotor

Nas fotos tem muita batata porque eram muitas pessoas pra comer, e la em casa a batata nunca é suficiente…

Com uma faca afiada, corte fatias finas, cuidado pra não ir até o final. Elas têm que ficar fatiadas, porém unidas na base.

img_2137_fotor

Ponha um fio de azeite em cima de cada uma e uma pitada de sal e esfregue cada uma. Arrume numa assadeira e leve ao forno por 20 minutos.

Enquanto isso, leve a manteiga, o alho descascado e levemente amassado, e o tomilho ao fogo numa panelinha pra derreter a manteiga e ela pegar o gosto dos temperos.

Depois dos 20 minutos, retire as batatas do forno. Com uma faquinha separe as fatias das batatas. Mas atenção, não é pra cortar, é só pra abrir como um leque. Tempere com sal e pimenta. Lembrando que as batatas estão completamente sem sal, então seja generosa.

Pegue a manteiga derretida e regue cada batata, não se preocupe em usar a manteiga toda porque você vai repetir essa etapa umas 3 vezes.

Volte a batata pro forno e deixe assar por mais 40 minutos, retirando do forno a cada 10-12 min pra pincelar a manteiga derretida (com generosidade). Se as fatias ficarem juntinhas, separe com a faquinha de novo.

img_2146_fotor

Quando elas estiverem totalmente cozidas, retire do forno, arrume num prato bonito e sirva.

Dica: depois de prontas você pode cortar cada batata em dois ou três pra render mais, principalmente se você usou o cálculo de 1 batata pra duas pessoas.

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixe um comentário aqui, prometo que respondo!

Hohoho, a Sinhá 🤶🏾

Anúncios

Receitas pra ceia – Batata com alecrim

Olha eu aqui de novo com mais uma receita pra ceia de natal. Ainda na onda dos acompanhamentos, e ainda falando de batatas, simplesmente porque elas são tudo de bom, eu (re)apresento a vocês as famosas Batatas com Alecrim (famosas pelo menos na minha casa, hehehe).

Postei essa receita alguns anos atrás e acho que ela combina super bem com o peru na ceia. Mas não vou fazer vocês voltarem tanto tempo no passado, vou colocar ela na integra aqui pra ninguém precisar nem clicar num link e sair da página, é só continuar lendo.

batatas-assadas-7

Sem brincadeira, essa batata assada com alecrim é de arrasar quarteirão, é tipo salgadinho, é impossível comer só um. A primeira vez que eu fiz elas aqui em casa teve briga, então aumentei a quantidade, fiz 2 kg de batata (pra 6 pessoas) e não teve briga, mas também não sobrou…

batatas-assadas-8

Antes que você pense que somos todos ogros esfomiados vou te dizer duas coisas: 1- como elas ficam muito tempo no forno (pra ficar crocante) acaba não rendendo muito; e 2- você ainda não provou essa receita…

Batatas assadas com alecrim

batatas-assadas-2

  • 1 kg de batata
  • 5 dentes de alho
  • 2 ramos de alecrim, e mais um pouco pra decorar
  • 3 col. (sopa) azeite
  • sal e pimenta à gosto
  • 2 col. (sopa) de cebola/alho/salsa desidratados. (Vende na seção de temperos do mercado, mas se você não tiver pode pular essa parte)

Preaqueça o forno em 230ºC. Forre uma forma (baixinha, de preferência) com papel alumínio, só pra facilitar a limpeza depois, e coloque ela no forno também. Vazia mesmo.

Lave e seque bem as batatas, já que não vamos descasca-las. Corte ao meio, no sentido do comprimento, e depois cada metade em 3 ou 4 partes, dependendo do tamanho da batata, e também no sentido do comprimento. Coloque as batatas num prato grande, que possa ir ao microondas; arrume as batatas pra que elas não fiquem muito sobrepostas. Cozinhe no microondas por uns 5 minutos, a idéia não é cozinhar completamente, e sim dá uma pre cozida pra acelerar o processo no forno, e também as batatas quentes absorvem mais tempero.

Caso você tenha ouvido meu conselho esta fazendo uma quantidade grande de batatas,  divida as batatas e faça essa parte do microondas em partes, pra não amontoar tudo no prato. Você também pode cozinhar na panela com água, mas eu não aconselho, pois quanto mais seca a batata estiver, mais crocante ela vai ficar.

Enquanto as batatas estão no microondas, prepare a marinada. Amasse os dentes de alho com a faca, só pra quebrar mesmo, não precisa nem descascar, e coloque num saco limpo e forte, ou numa tigela funda. Pique o alecrim e junte ao alho. Junte também o azeite, o sal e a pimenta, e os temperos desidratados. Misture bem.

batatas-assadas-3

Pegue as batatas no microondas (cuidado que o prato tá quente!) e junte na marinada, misturando bem pra cobrir todas as batatinhas no tempero. Deixe descansar por uns 10 minutos.

batatas-assadas-4

Retire a forma que a gente colocou no forno lá no começo (mais uma vez, cuidado que tá quente!) e arrume as batatas uma do lado da outra sem amontoar. Coloque toda a marinada junto com as batatas e leve pra assar em forno alto por uns 30 minutos ou até que esteja dourada, sequinha e crocante por fora e macia por dentro. Ah! tem que virar as batatas na metade do tempo, pra dourar de todos os lados.

batatas-assadas-5

Decore com alecrim fresco e sirva com frango, carne, peixe, pura, no lanche da tarde… mas sirva, resista a tentação de comer tudo sozinha… ou não. 😏

batatas-assadas-6

batatas-assadas-9

Não esquece de voltar pra me dizer o que achou.

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixa um comentário aqui, prometo que respondo!

Hohoho, a Sinhá 🤶🏾

Receitas para a ceia: Bacalhau com Creme Picante (ou não)

A Sinhá tarda mas não falha! Receita de bacalhau chegando como prometido. Esse prato cai bem em qualquer época do ano, é uma delícia e a melhor parte… SUPER fácil e prático de fazer. E pra compensar a demora também teremos dicas de como dessalgar o bacalhau. Ah, já conferiu as receitas de ave pra ceia de Natal? Clica aqui: Peru de Natal e Ave Natalina.

Uma curiosidade, meu primo Mag gosta tanto dessa receita que a apelidou carinhosamente de Bacalhau Transcendental. Então, Mag, esse aqui é pra você!

bacalhau5

Pra já ir babando desde já!

A primeira dúvida que pode surgir é: Qual tipo de bacalhau comprar? E já te digo que pra essa receita vale o que couber melhor no seu bolso, ele vai ficar gostoso, eu garanto! Mas aqui vai a primeira dica: Compre sempre um pouco a mais do que pretende usar na receita porque depois de limpo a gente sempre perde um pouco.

Bacalhau comprado? Vamos tratar esse peixinho. Primeiramente, se o bacalhau estiver inteiro corte em 3 ou 4 pedaços (ou peça pro cara do mercado fazer isso pra você, ele tem uma faca ótima). Bacalhau já cortado, lave-o deixando dentro de uma bacia embaixo da torneira fraquinha por uns 10 minutos, mais ou menos. Deixe de molho totalmente coberto em água fria e na geladeira, enquanto você decide qual método quer usar.

Tem dois jeitos de se dessalgar o bacalhau, o tradicional e o rápido. Pra ninguém falar que eu não dei opções, aqui vai o método tradicional:

  1. Para postas normais, deixar 24h, trocando de água a cada 6h;
  2. Para postas grossas, deixar 40h, trocando de água a cada 8h;
  3. Para postas muito grossas, deixar 48h, trocando de água a cada 8h;
  4. Para iscas, deixar 6h, trocando a água a cada 3h;
  5. Para limpar escalde o bacalhau: jogue água fervente nele, escorra e deixe esfriar para continuar. Retire a pele e as espinhas.

Quem tem esse tempo todo? Eu que não tenho, mas se você tem é só seguir esse passo-a-passo e ser feliz, daqui a um ou dois dias. Agora se você tá no time dos sem tempo e paciência, como eu, faça como a minha mãe, que é danada de sabida, e gosta de uma praticidade:

  1. Deixe o bacalhau de molho de um dia pro outro, na geladeira, coberto em água fria. Se não der pra ser por uma noite, por pelo menos umas 6 horas.
  2. Depois desse tempo, escorra toda a água, lave rapidamente em água corrente (na torneira) e coloque numa panela com água fria suficiente pra cobrir bem o peixe.
  3. Assim que começar a querer ferver (ou seja, a água começar a fazer bolhinhas), desligue o fogo e escorra a água. Experimenta um pedacinho pra ver se ainda tá muito salgado; se estiver, afervente mais uma vez, sempre em água fria e pura, sem sal. 
  4. Pra limpar: depois de escorrido, deixe esfriar um pouco e tire a pele e as espinhas. Se tudo deu certo até aqui a pele do bacalhau deve estar se soltando com facilidade, é só ir puxando com a mão mesmo. Nada de nojinho, certo?

MUITO IMPORTANTE: todas as vezes que o bacalhau for ao fogo é para aferventar apenas, e não para cozinhar. O que é aferventar? É deixar a água começar a querer ferver, logo que começa a fazer borbulhas (de amor pra te encantar.. desculpa, não resisti…) você desliga o fogo.

Bacalhau dessalgado e limpo? Já tá pronto pra usar, mas se você quiser comprar com antecedência é só seguir todos os passos até aqui e congelar, dura super bem, é só lembrar de descongelar totalmente pra usar na receita.

Bacalhau com Creme Picante (ou não, se você não gostar de pimenta…)

bacalhau picante

  • 1 kg de bacalhau limpo e dessalgado
  • 1 – 1,5 kg de batata
  • 1 cebola grande, em rodelas
  • 4 dentes de alho
  • 1 xícara de azeite de oliva (entre 200 e 250 ml) + um pouquinho pra refogar a cebola
  • 2 caixas de creme de leite (uns 400 g)
  • Cheiro verde picado a gosto
  • Pimenta calabresa a gosto (aquela vermelhinha seca, que vende na mesma prateleira do orégano) – mesmo que não seja fã de pimenta, eu sugiro colocar nem que seja uma pitadinha.
  • Parmesão ralado, opcional

Seu bacalhau já ta limpo, né? (E descongelado, se for esse seu caso). Então comece descascando as batatas. Corte-as em rodelas médias, não pode ser fina, ok? Leve ao fogo Cozinhe em água fria e sal, até ficarem cozidas, porém firmes. De 10-15 minutos da hora que ligar o fogo. Vá testando com um garfo. Elas ainda vão ao forno, por isso tem que ficar al dente, pra não se desmancharem depois. Quando estiverem no ponto, desligue e escorra embaixo da torneira de água fria (torneira aberta, né?). Reserve.

Enquanto as batatas cozinham, numa outra panela refogue a cebola e o alho num pouquinho de azeite. Quando a cebola estiver translúcida e levemente dourada, junte o bacalhau e refogue mais uns 5-7 minutos. Desligue o fogo. Experimente o sal da batata e do bacalhau, se precisar acerte o tempero.

bacalhau2

Se sua panela for grande o suficiente pode misturar nela mesmo. Se não for use uma tijela ou bacia que seja. Misture o bacalhau, o azeite, a pimenta calabresa, o cheiro verde e as batatas cozidas, delicadamente pra não virar uma maçaroca. Se for servir no dia, misture o creme de leite também, coloque num refratário, polvilhe o parmesão, se for usar, e leve ao forno médio pra assar por uns 30-40 minutos, ou até dourar levemente.

bacalhau3

Retire do forno e salpique mais um pouco de cheiro verde, espere parar de ferver e sirva.

bacalhau4

Esse prato também pode ser feito um dia antes, é só parar antes de acrescentar o creme de leite, e deixar na geladeira. Pelo menos uma hora antes de servir, misture o creme de leite e continue os outros passos da receita.

Fica ótimo com arroz branco e salada. Super simples e prático pra fazer e deixar todo mundo pedindo a receita (aí você dá o endereço do blog, combinado?).

bacalhau6

Faz lá, tira foto, posta no Instagram e me marca, vou adorar ver a ceia de vocês! Não me segue ainda? Tá esperando o que? Vai lá: @docesinha

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixe um comentário aqui, prometo que respondo!

Hohoho, a Sinhá 🤶🏾

Batata com Alecrim

“Alecrim, alecrim dourado, que nasceu no campo sem ser semeado…”

Eu amo alecrim, e amo batata, e acho que eles dois juntos formam um casal perfeito! Daí a gente coloca alho e azeite na foto e forma a família perfeita!

batatas-assadas-7

Sério, sem brincadeira, essa batata assada com alecrim é de arrasar quarteirão, é tipo salgadinho, é impossível comer só um. A primeira vez que eu fiz elas aqui em casa teve briga, então aumentei a quantidade, fiz 2 kg de batata (pra 6 pessoas) e não teve briga, mas também não sobrou…

batatas-assadas-8

Antes que você pense que somos todos ogros esfomiados vou te dizer duas coisas: 1- como elas ficam muito tempo no forno (pra ficar crocante) acaba não rendendo muito; e 2- você ainda não provou essa receita…

Agora chega de propaganda, vamos à receita. Você vai precisar de:

batatas-assadas-2

  • 1 kg de batata
  • 5 dentes de alho
  • 2 ramos de alecrim, e mais um pouco pra decorar
  • 3 col. (sopa) azeite
  • sal e pimenta à gosto
  • 2 col. (sopa) de cebola/alho/salsa desidratados. (Vende na seção de temperos do mercado, mas se você não tiver pode pular essa parte)

– Pre aqueça o forno em 230ºC. Forre uma forma (baixinha, de preferência) com papel alumínio, só pra facilitar a limpeza depois, e coloque ela no forno também.

Lave e seque bem as batatas, já que não vamos descasca-las. Corte ao meio, no sentido do comprimento, e depois cada metade em 3 ou 4 partes, dependendo do tamanho da batata, e também no sentido do comprimento. Coloque as batatas num prato grande, que possa ir ao microondas; arrume as batatas pra que elas não fiquem sobrepostas. Cozinhe no microondas por uns 5 minutos, a idéia não é cozinhar completamente, e sim dá uma pre cozida pra acelerar o processo no forno, e também as batatas quentes absorvem mais tempero.

Caso você tenha ouvido meu conselho esta fazendo uma quantidade grande de batatas,  divida as batatas e faça essa parte do microondas em partes, pra não amontoar tudo no prato. Você também pode cozinhar na panela com água, mas eu não aconselho, pois quanto mais seca a batata estiver, mais crocante ela vai ficar.

Enquanto as batatas estão no microondas, prepare a marinada. Amasse os dentes de alho com a faca, só pra quebrar mesmo, não precisa nem descascar, e coloque num saco limpo e forte, ou numa tigela funda. Pique o alecrim e junte ao alho. Junte também o azeite, o sal e a pimenta, e os temperos desidratados. Misture bem.

batatas-assadas-3

Pegue as batatas no microondas (cuidado que o prato tá quente!) e junte na marinada, misturando bem pra cobrir todas as batatinhas no tempero. Deixe descansar por uns 10 minutos.

batatas-assadas-4

Retire a forma que a gente colocou no forno lá no começo (mais uma vez, cuidado que tá quente!) e arrume as batatas uma do lado da outra sem amontoar. Coloque toda a marinada junto com as batatas e leve pra assar em forno alto por uns 30 minutos ou até que esteja dourada, sequinha e crocante por fora e macia por dentro. Ah! tem que virar as batatas na metade do tempo, pra dourar de todos os lados.

batatas-assadas-5

Decore com alecrim fresco e sirva com frango, carne, peixe, pura, no lanche da tarde… mas sirva, resista a tentação de comer tudo sozinha… ou não. 😏

batatas-assadas-6

batatas-assadas-9

Essa receita também é ótima pros festejos natalinos, que estão chegando por aí.

Vai lá comprar batata e alecrim, fazer essa receita e volta aqui pra me dizer como ficou!

Baci,

a Sinhá

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixa um comentário aqui, prometo que respondo!

Batatas Cremosas com Queijo

Tem gente que nasce pra brilhar, não importa se a vida dá papel de coadjuvante, elas tem tanta luz que roubam a cena. E assim como são as pessoas, também são as criaturas, e os pratos de comida também.

Quis a vida que as batatas de uma forma geral fossem classificadas como “acompanhamento”, mas elas quase sempre brilham mais (ou tanto quanto) os principais e levam todos os prémios. Prova disso são essas batatas aqui.

IMG_1603_Fotor

Quando eu fiz essa receita aqui em casa, servi pra acompanhar uma carne assada que, tadinha, apesar de boa quase ninguém lembra. (Mas a carne assada era realmente boa, qualquer dia ela dá as caras por aqui).

Vamos à receita:

Ingredientes:

1 kg de batatas

Cheiro verde a gosto (mas seja generosa)

Para o molho:

1/4 de xícara de manteiga (50 g)

1 cebola picada (de média pra grande)

2 dentes de alho amassado

2 col. (sopa) de farinha de trigo

2 xíc. de leite

2 1/4 de xíc. de queijos ralados (eu usei 1 xíc. de mussarela, 1 xíc. de provolone e 1/4 ed xíc. de parmesão, mas você é livre pra fazer a escolha e a combinação que quiser) , divide em 2/3 e 1/3, já já você vai entender

Comece fatiando as batatas (ô que prático, nem tem que descascar). A idéia é cortar em fatias finas, mas não vai exagerar, não tao finas assim. Se você precisa de um guia, é mais ou menos 0,5 cm. Coloque as batatinhas numa panela grande e cubra com água, ah, ponha sal também, porque, né, batatas precisam de um salzinho. Leve ao fogo e quando começar a ferver desligue e escorra, mas olha só, é só pra dar uma pré cozida, não vai me esquecer essas batatas cozinhando porque aí, só purê salva.

Vamos ao molho: leve a manteiga ao fogo numa panela boa, quando derreter acrescente a cebola picada e refogue até ela ficar molinha e transparente. Acrescente o alho*, refogue um pouquinho e acrescente a farinha de trigo e mexa por um minutinho, é importante deixar a farinha cozinhar nessa hora pro seu molho não ficar com aquele gosto de farinha crua.

*A questão do alho: a quem diga que se você colocar o alho antes ele pode queimar e amargar a coisa toda, mas eu gosto de viver perigosamente e refogo o alho mesmo, sem medo de ser feliz. Até agora funcionou pra mim, mas se você preferir fazer a linha precavida, deixa pra colocar o alho junto com o leite.

Agora acrescente o leite. Mexa bem pra não empelotar, mas se empelotar keep calm e use o fouet (o batedor de ovos) que tudo vai dar certo. Ok, vamos cozinhar esse molho até ele encorpar e cobrir bonitinho as costas da colher, mexendo sempre pra não queimar (por isso que eu falei pra usar uma panela boa).

Se você fizer um risco nas costas da colher com o dedo e os lados não se juntarem significa que  seu molho chegou no ponto e é hora de desligar o fogo e acrescentar 2/3 dos queijos (GUARDE 1/3 pra pôr por cima). Dê uma mexida e deixe o calor fazer seu trabalho.

IMG_1596_Fotor

Molho e batatas a postos é hora de montar: unte um refratário (pode ser com óleo, azeite ou manteiga) e coloque as fatias de batata em camadas, alternando com o cheiro verde picado.

IMG_1584_Fotor

Coloque o molho por cima de tudo e dê uma sacudidinha pra ele e a batata se entenderem bem.

IMG_1598_Fotor1

Cubra com o restante do queijo (lembra que você separou lá no começo?) e mais cheiro verde, leve ao forno médio pré aquecido por 30 minutos, ou até dourar.

IMG_1599_Fotor

Sirva com carne, frango, salada, puro, de qualquer jeito, vai ser sucesso!

IMG_1602_Fotor

Faz lá e me conta aqui o que achou!

Besos,

Sinhá Ju