Receita pra ceia – Panetone Recheado

Olha eu aqui de novo! Agora com uma receita/dica que é fácil/barata/prática, quer combinação melhor? Receita de sobremesa pra ceia de natal, ano novo, confraternização de fim de ano, visitas inesperadas que você quer alimentar… Esse Panetone Recheado vai bem em qualquer dessas situações.

Essa receita surgiu de uns panetones de frutas que ficaram encalhados aqui em casa, a alguns anos atrás. Na época eu não comia panetone nem chocotone (trauma de infância que já foi curado), e aqui em casa só quem gostava do panetone tradicional era a minha mãe. Aí me veio a ideia: e se eu recheasse ele com um negócio bem gostoso, será que salva?

E não é que salvou? Fiz algumas adaptações ao longo dos anos, mas a essência continua a mesma. É ótima pra quando você já não sabe mais o que fazer com tanto panetone na sua casa e quando quer impressionar sem gastar muito tempo e dinheiro.

IMG_4231

Panetone Recheado

  • 1 panetone ou chocotone. Pra essa receita compre os simples mesmo, não vale a pena gastar um trufado aqui.
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixa de creme de leite
  • 3-4 col. (sopa) chocolate em pó (pode ser achocolatado)
  • 1 vidrinho de cereja em calda
  • Confeitos pra decorar, opcional (M&M’s, granulado, chocolate picado, castanhas picadas….)

IMG_4206

Comece preparando o recheio. Leve o creme de leite e o leite condensado ao fogo, numa panela boa, mexendo sem parar até ele engrossar, tipo brigadeiro. Mas ele não vai soltar do fundo da panela por causa do creme de leite.

Depois de pronto é só dividir o recheio em duas partes iguais. Uma você vai deixar branquinha e a outra você vai misturar o chocolate em pó. Reserve.

IMG_4211

Com uma faca de serra corte o panetone.Primeiro corte a “tampa”, ou seja, a parte arredondada, que fica do papel pra cima.Depois corte o miolo, deixando uma bordinha. Assim como na foto.

IMG_4208

Pra tirar o miolo sem tirar o papel é só dá uma empurradinha no fundo, pegar a parte que você cortou do miolo e ir mexendo delicadamente até ele soltar.

A parte de baixo deve estar meio torta, então corte pra nivelar e coloque esse pedaço que você aparou de volta, pra forrar o fundo. Corte o miolo que ficou fora ao meio.

Depois disso coloque uma ou duas colheradas do recheio preto (reserve um pouco). Espalhe o recheio pra ficar nivelado, corte umas 6 cerejas ao meio e “enterre” elas no brigadeiro. Cubra com uma das fatias do miolo do panetone e dê uma apertadinha.

IMG_4212IMG_4214

Agora é a vez do recheio branco. Faça exatamente a mesma coisa que fez com o preto, reservando um pouco e fechando o panetone com a outra fatia do miolo.

IMG_4215IMG_4216

Com uma das sobrinhas de recheio cubra essa ultima fatia do miolo, é pra ficar fino mesmo, a gente só quer colar a tampa de volta.

IMG_4217

Cubra a tampa com a outra sobra de brigadeiro e enfeite com os confeitos.

Não aconselho colocar na geladeira porque o brigadeiro fica mais duro e dificulta na hora de cortar e servir.

IMG_4232

Choque todo mundo ao cortar essa delicia e revelar o interior cheio de brigadeiro, afinal todo mundo vai tá pensado que é um panetone normal.

IMG_20181229_150844229

Já sabe, né? Vai lá incrementar o seu panetone e tira a foto pra eu ver! É só me marcar em qualquer uma dessas redes sociais ali do lado ↗️. Se não tirar foto não tem problema, é só deixar seu comentário aqui que eu respondo, prometo.

Ho ho ho, a Sinhá 🤶🏾

 

Anúncios

Blondie, o brownie loiro.

Oi, tudo bem? Não adianta nada vir aqui e escrever um textão dizendo que voltou e não colocar nem uma receita ou dica, né? Afinal isso aqui é um blog de receitas ou não é?

Algum tempo atrás eu viajei com minha irmã e minha amiga Cindy pra Patagônia e visitamos Argentina e Chile. Vi neve pela primeira vez, passei a virada do ano no fim do mundo, comi muito cordeiro, andei numa geleira, comi incontáveis empanadas e outras coisas deliciosas, conheci gente legal e trouxe de volta pra casa uma geléia de ruibarbo. Não, não estou xingando ninguém, é o nome da planta mesmo, hehehe.

O que é esse negócio com nome estranho? Você pergunta, e eu respondo com ajuda da Wikipédia (do Wikipédia? Fiquei na dúvida, me ajudem aí):

Rheum rhabarbarum, conhecido pelo nome comum de ruibarbo, é uma planta comestível mais utilizada como fitoterápico. (…) Como alimento começou a ser utilizado por volta do século XIII, quando chegou à Grã-Bretanha. Ainda hoje é na Grã-Bretanha que se produz e consome a maior parte do ruibarbo.

Imagem relacionada

Ruibarbinhos na feira…

Já tinha ouvido falar dele por causa da minha guru Nigela Lawson (se ainda não sabe quem ela é da uma olhada aqui. Trouxe a geléia com o intuito de fazer alguma receita com ela, mas os meses foram passando e passando e o vidro de geléia foi empurrado pro fundo do armário. Sempre que via o vidrinho pensava: Tenho que fazer alguma coisa com isso antes que estrague…

Diretamente do Chile 🇨🇱

Mas ruibarbo é um trocinho tão fora do nosso dia-a-dia que não conseguia pensar em nada pra usá-lo até que outro dia fui olhar a validade e vi que a geléia que veio de tão longe iria vencer no próximo mês. Isso eu não poderia deixar acontecer!

Já estava cogitando a idéia de comer a geléia com pão mesmo quando vi um vídeo do Tastemade de um Blondie* com geléia de frutas vermelhas e pensei: EUREKA! Achei o que tanto procurava.

*Blondie nada mais é do que um Brownie feito com chocolate branco. Primo loiro do nosso moreno queridinho.

Falei muito, né? Vamos à receita:

Blondie com Geléia de fruta

  • 300g de chocolate branco
  • 200g de manteiga sem sal 
  • 1 xícara de açúcar
  • 4 ovos
  • 1 col. (chá) de essência de baunilha
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1/2 col. (chá) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 xícara de geléia de fruta de sua preferência (eu usei a de ruibarbo, finalmente)

— Pra começar, derreta o chocolate e a manteiga em banho-maria*.

*Não sabe como? Só colocar uma panela com um pouco de água no fogo, e encaixar uma tijela (RESISTENTE AO CALOR) em cima da dita panela, chocolate em pedaços e manteiga em pedaços dentro da tijela, mexendo de vez em quando até derreter. Dicas importantes: 1) o fundo da tijela não deve ficar em contato direto com a água e 2) quando a água começar a ferver pode desligar o fogo, o vapor é suficiente pra derreter tudo.

Chocolate e manteiga derretidos, adicione o açúcar e misture bem, com uma colher de pau mesmo, dê folga pra batedeira nessa receita.

Depois do açúcar é a vez dos ovos e da baunilha, misture bem misturadinho. Agora adicione a farinha, o fermento e o sal e, isso mesmo, misture tudo novamente. Sua massa vai estar linda e loira nessa etapa.

blondie1

Num tabuleiro untado ou forrado com papel manteiga, despeje a massa e espalhe pra cobrir tudo uniformemente. Agora pegue a geléia e coloque colheradas generosas espalhadas em cima da massa. Com as costas de uma colher “espalhe” a geléia, com cuidado pra não misturá-la à massa, a idéia é deixar com esse efeito marmorizado.

blondie5

Efeito marmorizado…

Leve ao forno (180ºC) pra assar por mais ou menos 30 minutos. Eu gosto de marcar 20 minutos no timer e ir checando a cada 5 minutos pra ver se ficou pronto.

blondie7

Coisa mais linda de mãe!

Deixe esfriar no tabuleiro antes de desenformar. Corte em quadrados e sirva com sorvete de chocolate (ou outro sabor que você goste, ou sem sorvete mesmo). Mais fácil que isso só achar pronto na mesa da cozinha.

blondie9

Coma, reze e repita.

Ah, e volta aqui pra me dizer o que achou!

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixe um comentário aqui, prometo que respondo!

Beijos, a Sinhá 😉

Brownie de Beterraba

Ainda trilhando o caminho da redenção, chegamos ao post de hoje. Porém, assim como a receita anterior essa redenção tá meio corrompida. Mas ao contrário da anterior não estamos levando a beterraba para o mau caminho e sim guiando o brownie pro caminho do bem.

Essa receita é muito boa e simples, não precisa ficar com medo da beterraba, ela não morde, e misturada ao chocolate não dá nem pra sentir o gosto dela. Ótima pra fazer crianças (pequenas e grandes) comerem vegetais sem torcer o nariz. Mas fica a dica, só fale que tem beterraba na receita depois que todo mundo comer e elogiar 😉. Quem vai dizer que aqui tem beterraba?

brownie-de-beterraba

Pra fazer essa delícia você vai precisar de:

  • 250 g de chocolate meio amargo (quanto maior a porcentagem de cacau, mais saudável fica a sua receita)
  • 2 beterrabas pequenas (250 g)
  • 3 ovos
  • 100 g de manteiga (1/2 tablete)
  • 1 xíc. de açúcar demerara (200 g)
  • 1 col. (chá) de essência de baunilha
  •  1 xíc.de farinha de trigo não muito cheia (100 g)
  • 1 col. (chá) bicarbonato de sódio
  • 1 col. (chá) de fermento em pó
  •  1/2 xíc. de farinha de amêndoa (50 g)

Pra cobertura:

  • 1 potinho de iogurte natural
  • 75g de chocolate meio amargo
  • 1/3 xíc. de açúcar de confeiteiro (50 g)

– Pra começar pre aqueça o forno a 180º e prepare a forma. Essa receita não é grande então pegue uma forma menor, você pode untar e enfarinhar ou forrar com papel manteiga.

Derreta o chocolate (banho-maria ou microondas, cê que sabe), descasque e rale as beterrabas e derreta a manteiga (separada do chocolate). Reserve tudo.

Bata os ovos, o açúcar, a baunilha e a manteiga derretida numa tigela até ficar fofinha e clara. Não precisa usar a batedeira, aproveite pra malhar o braço que essa é uma receita completa, já vem com a série de braço incluída, hehehe.

Brincadeirinhas a parte, vamos voltar pra receita? Agora misture as farinhas (trigo e amêndoa), o bicarbonato e o fermento. Seguido do chocolate derretido e da beterraba ralada.

Tá com uma cor linda, fala aí! É só colocar essa massa na forma já preparada e levar pra assar no forno pre aquecido de 30 a 40 minutos, ou até que passe no teste do palito (aquele que a gente enfia um palito de dente no bolo e se sair limpo está pronto).

Enquanto o bolo assa prepare a cobertura, que basicamente consiste em derreter o chocolate e misturar nele o açúcar de confeiteiro e o iogurte. Mas ô, só coloque a cobertura quando o brownie tiver esfriado, OK?

Brownie frio e cobertinho? É só correr pro abraço!

brownie-de-beterraba-2

Até da pra ver as tirinhas de beterraba, mas vai tá tão bom que ninguém vai se importar, acredite. Faz lá pra você ver… e me conta aqui depois, belê?

Kissinhos,

a Sinhá

Dúvidas? Dicas? Sugestões? Dar um ‘oi’? Deixa um comentário aqui, prometo que respondo!

Torta de Amendoim e Chocolate

Finalmente, a primeira receita. É muito difícil achar aquilo que vai “abrir” sua casa para as outras pessoas. A gente quer que seja lindo, interessante, e no meu caso, saboroso. Mas nada parece ser bom o suficiente. Até que a gente desiste de encontrar a perfeição na primeira tacada e as coisas começam a parecer mais razoáveis.

Essa receita eu fiz tentando fazer outra coisa. Era uma sexta-feira e eu estava sem inspiração então resolvi fazer uma receita que tinha muito tempo que não aparecia aqui em casa. Era um pavê com biscoitinho molhado e camadas como todo bom pavê, mas na hora do vamos ver deu vontade de fazer diferente. E voilà, temos a nossa torta!

IMG_1595_Fotor

Ingredientes:

Para a massa:

1 pct de biscoito passatempo sem recheio (ou outro sem recheio de sua preferência)

100 g de manteiga

Para o creme de amendoim:

1 lata de leite condensado

1 pct de pó pra preparo de pudim de baunilha (não me vá sair procurando um pudim de baunilha no mercado, ai ai ai)

1 col. (sopa) de manteiga

1 cx de creme de leite (200g)

1 xíc. de amendoim torrado*

Para o creme de chocolate, vulgo ganache:

200g de chocolate meio amargo (1 barra e mais um pouco, se quiser usar só uma barra diminua a quantidade de creme de leite)

1 cx de creme de leite (200g)

Comece pela base: bata o biscoito no liquidificador até virar farinha e misture com a manteiga, com a mão mesmo, sem nojinho, é bom, vai por mim. Depois forre o fundo da forma com a massa. Como ela não rende muito eu aconselho fazer num pirex que dá pra servir sem desenformar e que possa ir ao forno, porque esse é o próximo passo. Leve ao forno médio pra dar uma leve dourada (foco no LEVE), uns 15 minutos.

Enquanto isso leve o leite condensado, o pó pra pudim e a manteiga ao fogo e mexa no melhor estilo brigadeiro de ser; quando estiver soltando do fundo da panela conte até trinta e desligue. Misture o creme de leite e o amendoim* e deixe lá quietinho. E ô, não vai esquecer da massa no forno, viu?

Pro creminho de chocolate, ou ganache pros chegados, existem vários jeitos de fazer, o que você quer basicamente é fazer do chocolate e creme de leite uma coisa só. O jeito que eu faço é: esquentar o creme de leite ate começar a ferver numa panelinha, e então cobrir o chocolate previamente picado com ele; esperar um minutinho e misturar, começando do centro e crescendo pras laterais. Quando os dois forem um e estiverem lindos e brilhantes, seu trabalho estará terminado. Mas se você já está acostumado a fazer de outro jeito, por favor, vá em frente.

A massa da torta já deu uma esfriada? Ótimo, então vamos à montagem. Coloque o creme de amendoim em cima da massa…

…e depois a ganache (olha a intimidade).

IMG_1594_Fotor

Cubra com filme plástico ou tampe, mas só já estiver tudo frio, não queremos nada suado por aqui, e leve à geladeira até a hora de servir (no mínimo 2 horas).

IMG_1604_Fotor

Se você, como eu, gostar de amendoim e chocolate, unidos com leite condensado, meu querido, minha querida, você não vai se decepcionar.

IMG_1606_Fotor

Vai lá fazer e depois me conta aqui o que achou!

Besos,

Sinhá Ju

*O caso do amendoim: se você não encontrar pra vender amendoim torrado SEM sal, em recomendo que compre o cru no mercado e torre em casa. Não sabe torrar? É fácil! Coloque numa assadeira, de preferência que eles não se amontoem uns em cima dos outros, e leve ao forno médio até que torrem, cerca de 15 – 20 minutos, quando começar a cheirar. Mas atenção: se cheirar demais é porque queimou, pra passar do ponto é um espirro. Pra descascar é só esfregar o amendoim já frio com as mãos.